Sociedade civil rica em ideias não está presente no processo eleitoral

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2018 10h16
Marcelo Camargo/ABrPopulação nota falsidade dos discursos políticos

Teremos uma eleição presidencial com mais candidatos desde 1989, lembra o comentarista Marco Antonio Villa em seu comentário final. Esta é a oitava eleição com liberdade, mas esse não é um motivo de júbilo, diz.

As pessoas estão cansadas, opina Villa.

Com a repetição dos jingles, discursos e ideias dos candidatos, as pessoas sabem da falsidade disso tudo.

Uma sociedade civil tão rica em ideias não está presente no processo eleitoral, cuja estrutura impede que a modernidade entra na política.

Vivemos o pior momento da história do País republicano, diz o comentarista. Vamos repetir um processo viciado que não vai mudar o Brasil, não vai vencer a crise política, mas, pelo contrário, vai piorá-la, a depender do resultado, projeta.