Teremos um setembro de crise política

  • Por Jovem Pan
  • 04/09/2017 07h42
“Presidente não irá antecipar seu retorno e certamente virá uma nova denúncia", diz Villa

Defesa de Michel Temer se antecipa e pede ao STF a suspensão de eventual nova denúncia do procurador-geral da República contra o peemedebista.

Rodrigo Janot deve apresentar as novas acusações até quarta-feira, mas pode aguardar o desfecho da delação do doleiro Lúcio Funaro no STF.

“Presidente não irá antecipar seu retorno e certamente virá uma nova denúncia. Por outro lado, têm as delações de Lúcio Funaro, ou seja, teremos um setembro de crise política”, diz Marco Antonio Villa.

Assista ao comentário completo de Marco Antonio Villa: