Villa: Ação do MEC é crime contra o Brasil e a Ciência e Tecnologia

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2019 10h16
Marcelo Camargo/Agência BrasilA comunidade científica brasileira vai responder, porque a ação feita por Weintraub é um crime contra o Brasil e a ciência e tecnologia

Estou preocupado com a Ciência e Tecnologia no Brasil. O MEC fez cortes em bolsas de pós-graduação, mestrado e doutorado.

Temos o CNPq e a Capes, que expandiram muito durante o regime militar, que nunca fez censura sobre pesquisas, pelo contrário. Estranhamente, em momento democrático, começa a haver perseguição e corte absurdo anunciado pelo ministro da Educação.

O ministro Abraham Weintraub se difere apenas em duas coisas de Ricardo Vélez Rodríguez: ele fala português e sabe fazer as maldades que Vélez não sabia.

Não entendo o silêncio do ministro Marcos Pontes. Ele deve vir a público e se contrapor ao “ministro Kafta”.

As bolsas do CNPq e Capes são essenciais. O ministro da Educação é um frustrado e nunca se destacou na universidade e faz perseguição aos pesquisadores no país. A comunidade científica brasileira vai responder, porque a ação feita por Weintraub é um crime contra o Brasil e a ciência e tecnologia.

Confira o comentário completo de Marco Antonio Villa: