Villa: Bolsonaro comete erro crasso ao falar de vaga a Moro no STF

  • Por Jovem Pan
  • 13/05/2019 10h07
Alan Santos/PRO amadorismo é a moeda corrente neste Governo. Nunca na história houve uma indicação tão cedo

Muitos ministros da Justiça acabaram no STF. No caso de Sergio Moro, o trânsito é complicado. O presidente Jair Bolsonaro disse, neste mês de maio, que em setembro do ano que vem, o ministro Moro será indicado para assumir uma vaga na Suprema Corte.

Isso é erro crasso. Por um lado, os adversários de Moro no Judiciário e Legislativo farão inúmeras articulações para impedirem sua ascensão ao Supremo. É muito provável que do STJ vão aparecer até três candidaturas à vaga que será aberta do decano Celso de Mello no ano que vem.

A fala do presidente é ruim ao ministro Moro, porque o apequena. O ministro vai tendo que engolir todos os sapos do mundo até que a vaga chegue. Isso é ruim para o Governo, para o presidente e ao Brasil.

O amadorismo é a moeda corrente neste Governo. Nunca na história houve uma indicação tão cedo.

Confira o comentário completo de Marco Antonio Villa: