Villa: Indícios contra Flávio Bolsonaro são fortes

  • Por Jovem Pan
  • 14/05/2019 07h58
Fátima Meira/Estadão ConteúdoNão importa a cor partidária, a Justiça tem de ser feita

Justiça do Rio de Janeiro autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz. O pedido também atinge a mulher do senador e uma empresa da família, além de 88 ex-funcionários de seu gabinete na época em que era deputado estadual.

“São 95 sigilos quebrados. Um deles do então deputado Flávio Bolsonaro e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz. Queiroz é o coronel Laranja Lima de Flávio Bolsonaro. O filho do presidente terá de falar sobre o valor do apartamento comprado abaixo do preço de mercado e vendido mais caro depois. Isso é lavagem de dinheiro. A Justiça tem de ser igual para todos. Há indícios seríssimos de crimes cometidos por Flávio Bolsonaro. Enquanto isso, Queiroz sumiu. Isso pode gerar uma crise. Não importa a cor partidária, a Justiça tem de ser feita. Indícios são fortes de lavagem de dinheiro”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: