Villa: Indícios contra Wilson Santiago são muito sérios, mas são indícios

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2020 07h57
Luis Macedo/Câmara dos DeputadosO parlamentar que foi denunciado por organização criminosa e corrupção passiva estava afastado desde dezembro por decisão do ministro Celso de Mello

Câmara derruba decisão do STF e devolve o mandato ao deputado federal Wilson Santiago (PTB-PB). O parlamentar que foi denunciado por organização criminosa e corrupção passiva estava afastado desde dezembro por decisão do ministro Celso de Mello.

“Eu não tenho nenhuma simpatia com o deputado e os indícios parece que são muito fortes. Porém, não pode uma simples medida cautelar cassar o mandato parlamentar. Independente se eu gosto ou não gosto dele. Não é possível. A democracia não funciona assim. Você tem que ter pesos e contrapesos. Não é possível um juiz, por mais respeitado que seja, como é Celso de Mello, cassar um mandato parlamentar se sobrepondo a vontade dos eleitores.

Eu digo na maior tranquilidade: os indícios são muito sérios. Mas são indícios. Sequer tem uma ação penal. Se hoje é Wilson Santiago, que não é flor que se cheire, amanhã pode ser um brilhante parlamentar que por alguma razão alguém resolva cassar o seu mandato.

A questão que se coloca é: os indícios são fortes? Então abra-se uma ação penal que tramite e aí ele vai ser condenado ou absolvido. Não é possível o poder Judiciário invadir o Legislativo e dizer quem pode ou não continuar exercendo o mandato tendo em vista que ele é elegido nas urnas. Entre eu achar e ele for condenado tem uma distância grande.”