Greve mostra ao mundo que Brasil pode viver “labirinto perfeito”

  • Por Jovem Pan
  • 28/05/2018 12h45
EFE/Joédson AlvesA greve dos caminhoneiros passou ao mundo a imagem de um "governo fraco e muito disposto a fazer concessões".

O colunista da Jovem Pan Marcos Troyjo avaliou no Jornal da Manhã como os analistas internacionais observam o momento político-econômico do País em meio à greve dos caminhoneiros.

Se o mundo via o perigo de uma “tempestade perfeita” à época do impeachment de Dilma Rousseff e a possibilidade de um “dia de sol perfeito” com a ascensão de Temer, que se mostrava no começo um governo reformista, agora a percepção é de que “o Brasil se encontra numa espécie de ‘labirinto perfeito'”.

“Parece que o Brasil voltou a ser refém”, diz Troyjo, apontando que o mercado internacional prevê um “caminho bastante espinhoso até as eleições”. A greve mostrou um “governo fraco e muito disposto a fazer concessões”.

2019 vai ser também deve ser um ano bastante difícil, por conta da necessidade de ajustes e reformas.

Assista ao comentário: