Guerra comercial deve ser pano de fundo em reunião dos BRICS

  • Por Jovem Pan
  • 23/07/2018 12h07
PixabayRelação bilateral dos membros dos BRICS com a China movimenta U$ 100 bilhões

Começa nesta quarta-feira em Joanesburgo, na África do Sul, uma reunião de cúpula do BRICS (Brasil, Rússia, índia, China e África do Sul).

Desde a criação do bloco, alguns países confirmaram a perspectiva de crescimento. Mas a Rússia e o Brasil são as duas grandes decepções.

Claro, que o principal pano de fundo dessa reunião é a guerra comercial. Mas porque os BRICS entre si não constituem uma área de livre comércio? Se levarmos em consideração o comércio bilateral com a China, cada um representa pouco menos de US$ 100 bilhões.

Uma cifra importante, mas que fica muito abaixo do relação China-Estados Unidos, que está em US$ 650 milhões.

Confira o comentário completo: