Trump se vende como mestre da negociação, mas resultados são poucos

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2018 15h14
EFE/ Shawn ThewPresidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fracassou na relação com a Coreia do Norte

Essa semana que se encerra traz uma série de reveses para Donald Trump, sobretudo numa área em que ele gosta de se apresentar como um grande especialista, que é a área da negociação. O encontro com Kim Jong Un foi cancelado e críticos apontam que a negociação não foi bem cuidada do ponto de vista da diplomacia.

Aparentemente, os coreanos do norte tinham que concordar com o processo de desnuclearização, mas jamais se combinou o que isso significa. A Casa Branca está tentando empurrar uma parte da culpa para o presidente da Coreia do Sul, que teria transmitido informações incompletas ao Departamento de Estado e aos negociadores que atuam sob as ordens de Trump (…) Já no relacionamento comercial com a China, em muitas daquelas imposições que se mostravam necessárias para reduzir o déficit comercial, Trump teve que voltar atrás.

Uma outra área de dificuldade é a acordo de livre comércio das Américas. Trump disse que o Nafta era o pior acordo já negociado e pouquíssimo se conseguiu avançar.

Até agora, são poucos os resultados para alguém que sempre se vendeu como um mestre da negociação.