Sem lacração ou tendência política, Marcos Mion é o substituto natural de Tiago Leifert no ‘BBB’

Globo pensa em colocar um jornalista no reality, mas o recém-contratado da emissora tem estrela, talento, é alto astral e seu único objetivo como apresentador é divertir o telespectador

  • Por Paulo Mathias
  • 12/09/2021 08h00
Reprodução/Instagram/@marcosmionMarcos Mion é cotado para substituir Tiago Leifert no comando do "Big Brother Brasil"

Nesta semana, mais uma ausência foi anunciada pela Rede Globo. Desta vez, a do apresentador do “The Voice Brasil”, Tiago Leifert, de 41 anos, que ocorrerá até 23 de dezembro. Com passagem por vários programas da emissora, o mais marcante foi, sem dúvida, o “Big Brother Brasil”, que ele comandava desde 2017. O comunicador deixará muitas saudades. Minha admiração pelo carisma e seriedade de Leifert no trabalho e na imagem que deixa para todos. Hora de ele seguir um novo caminho, que certamente será de brilho e sucesso. Porém, como não podem existir buracos na grade de programação de um canal de TV, o nome mais indicado para preencher esta vaga é, sem dúvida, o de Marcos Mion, experiente como apresentador de “A Fazenda” e um comunicador despretensioso, com foco no entretenimento puro e simples, sem divisões, lacrações ou quaisquer tendências políticas. Apenas diversão. A gente precisa disso. Um nome de peso, à altura de Tiago. Se esta troca se concretizar, abre-se mais uma lacuna nas tardes de sábado, pois Mion passou a comandar o “Caldeirão”. Nos bastidores, já se comenta a possibilidade de a cantora Ivete Sangalo substituir o ex-empregado da Record neste programa.

Enquanto apresentador do “Big Brother”, Tiago foi comparado ao antigo âncora, Pedro Bial. Com o tempo, ganhou a admiração dos fãs. Bastante sensível, Leifert, por inúmeras vezes, demonstrou sua emoção durante o programa, derramando lágrimas em momentos decisivos. Assim como muitos de seus discursos geraram polêmicas nas redes sociais, com seus seguidores repetindo o bordão “Hashtag e textão não decidem paredão”. Durante o reality, Tiago, em razão das críticas constantes, decidiu deixar de lado o Twitter, ao revelar que era contra “a rede do passarinho”, convidando seus seguidores a participarem de uma conversa “mais saudável” em outro canal de comunicação. No “BBB”, algumas falas desencadearam discussões, como no caso em que o apresentador defendeu o ex-BBB Laércio, chamado de “pedófilo” e outras acusações vindas de participantes do programa. Meses depois, Laércio foi preso, acusado de abuso de vulnerável. Diante do fato, Tiago voltou às redes e disse que esse era um trabalho para a polícia. Sempre com uma postura sincera e autêntica perante várias situações à sua volta, Leifert foi sendo estigmatizado pela crítica, muitas vezes injusta, o que deve ter contribuído para sua decisão em se afastar da Rede Globo.

Mas a vida segue, e as lacunas deixadas pelas recentes mudanças de postos na Globo necessitam ser preenchidas. Como já apontei anteriormente, embora tenham sido cotados alguns nomes para substituir Tiago no comando do “BBB”, o que a mim parece mais adequado é o de Mion, que extrapolou todas as expectativas em sua estreia no “Caldeirão”. O apresentador deve ficar no comando deste programa até dezembro para depois assumir outros projetos, teoricamente no Multishow. Mas tudo pode mudar na carreira de Marcos Mion se ele for indicado para comandar o reality na Globo. Após a passagem pela “Fazenda”, ele se tornou o mais indicado para preencher a lacuna deixada por Tiago: alto astral, com o objetivo único de divertir, experiente… Um nome forte o suficiente para assumir esse posto. Não consigo vislumbrar alguém que caiba de forma mais adequada que o Mion. De acordo com Flavio Ricco, colunista do R7, “este é o caminho mais comentado, mas a decisão só será tomada em momento mais oportuno”. Fico na torcida.

Por outro lado, na sexta-feira, 10, a Rede Globo se manifestou a respeito, a fim de avaliar quem poderá ser o substituto de Tiago Leifert no “BBB 22”. De acordo com a emissora, embora haja uma torcida evidente por Marcos Mion, existe o plano de manter um jornalista no comando. É o que acontece, por exemplo, com Tadeu Schmidt como apresentador do “Fantástico”. Tadeu é um dos nomes ventilados pela emissora para assumir o “BBB”. A possibilidade dessa escolha, segundo a emissora, se deve à desenvoltura e experiência do jornalista. Embora concorde com esses atributos, minha aposta continua sendo em Mion, o “cara” mais apropriado para comandar o reality no momento. Em sua recente estreia na Globo, no “Caldeirão”, com convidados de peso, atrações musicais para todos os gostos e bom humor, Mion causou um alvoroço nas redes sociais, com elogios vindos de fãs e famosos, que aplaudiram seu comando à frente da atração. Convidados como Juliana Paes, Larissa Manoela e o próprio Tiago Leifert enviaram mensagem ao apresentador. Nas redes sociais, notou-se o carinho dos fãs. Em uma live, Mion aproveitou para agradecer: “Está sendo um sonho, mas é como se tivesse virado um sonho de todo mundo”. O apresentador tem estrela e talento, o que me faz acreditar que não tem pra ninguém. É Mion no “BBB”, se expectativas como a minha se concretizarem em um futuro próximo. Sorte, Marcos Mion. Sorte, Tiago Leifert. Ambos merecem.

*