Constantino: A ‘Vaza Jato’ deu errado

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2020 08h03 - Atualizado em 07/02/2020 08h23
Vinicius Loures/Câmara dos DeputadosGlenn teve denúncia contra si próprio rejeitada

A justiça rejeitou, por enquanto, denúncia contra o jornalista Glenn Greenwald, mas outras seis pessoas viram réus por causa de ataque hacker. O magistrado ressaltou a decisão do ministro Gilmar Mendes, do STF, que proibiu investigações contra o editor do The Intercept Brazil.

“Esse caso realmente deu errado para aqueles que achavam que iam usar a Vaza Jato para enfraquecer ou até derrubar o ministro Moro. Tudo muito esquisito desde o início. Não se sabe muito ao certo qual foi a participação do jornalista, ou militante de esquerda que atua como jornalista Glenn Greenwald. A decisão de Gilmar Mendes impediu que houvesse investigação a ele, apesar de indícios da participação de Glenn. Até onde vai a liberdade de imprensa e começa a cumplicidade no crime é que fica a grande reflexão. Mas, a Vaza Jato deu errado.”