Constantino: Ao mandar Forças Armadas ao Ceará, governo tomou única medida cabível

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2020 07h53
Tomaz Silva/Agência BrasilBolsonaro afirmou que a situação no Estado é de guerra urbana e que com a chegada de militares o "bicho vai pegar"

Presidente Jair Bolsonaro autoriza o envio das Forças Armadas para reforçar a segurança no Ceara. À noite, em vídeo ao vivo nas redes sociais, o presidente afirmou que a situação no Estado é de guerra urbana e que com a chegada de militares o “bicho vai pegar”.

“É uma situação de motim, uma greve ilegitima. A Polícia armada não pode fazer greve. Nós vimos o que aconteceu no Espírito Santo e o então governador foi muito firme, como tem que ser. O presidente Bolsonaro está certo, tem que mandar mesmo a Força Nacional e tem que enquadrar os rebeldes.

É obvio que isso não justifica atitudes criminosas como a produzida pelo senador licenciado Cid Gomes, mas também quebra a narrativa de tentar incluir Bolsonaro nessa historia, como se ele fosse do outro lado apoiando os grevistas. Ele não está apoiando. Vimos alguns bolsonaristas tentando justificar a greve, que é ilegal e ilegitima. É uma história em que todos os lados parecem errados. Agora o Governo Federal tomou unica medida cabível”