Constantino: Avanço do pacote anticrime é conquista desidratada

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2019 07h46 - Atualizado em 12/12/2019 07h53
Gabriel Biló/Estadão ConteúdoO projeto endurece a legislação penal, mas não contem os pontos defendidos pelo ministro Sergio Moro

Senado aprova pacote anticrime e texto segue para sanção presidencial. O projeto endurece a legislação penal, mas não contem os pontos defendidos pelo ministro Sergio Moro – como o excludente de ilicitude.

“É uma vitória, uma conquista que apertou a vida dos bandidos e caminha na direção certa. A senadora Simone Tebet fala em 80% do pacote original, Marcos do Val falou no mesmo número. Acho que o Brasil e o ministro Sergio Moro devem comemorar, mas houve uma desidratação, sim, e coisas importantes ficaram de fora.”

“O Senado preferiu ser rápido e manter o texto da Câmara. Porém, senadores ligados a essa pauta não vão desistir de reinserir os pontos defendidos por Sergio Moro e Jair Bolsonaro. É uma conquista, mas que chega bastante desidratada.”