Constantino: Medidas anunciadas pelo governo são desesperadas e paliativas

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2020 07h44
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDOAs companhias aereas terão mais prazo para pagar taxas a União e poderão atrasar reembolso aos passageiros

Contra efeitos da pandemia, governo vai gastar R$ 15 bilhões com benefícios a informais e lança pacote de socorro a aéreas. O auxilio emergencial para autônomos de baixa renda será de R$ 200 mensais. As companhias terão mais prazo para pagar taxas a União e poderão atrasar reembolso aos passageiros.

“São medidas desesperadas para uma situação emergencial. O governo brasileiro e vários outros tentam injetar liquidez no sistema e tentar aliviar o fardo para empresas em alguns setores. Alguns sofrem mais que os outros, como o setor aéreo, porque interrompem totalmente as vendas. E eles tem custo fixo muito alto.

Agora, tudo isso é medida paliativa. Só vai resolver com vacina e quando as pessoas voltarem a circular nas ruas. Não é crível imaginar que todo mundo fique sitiado por 3 ou 6 meses. Não estamos falando de uma recessão, mas de uma nova depressão.”