Constantino: Será que Bolsonaro acordou de vez?

  • Por Rodrigo Constantino/Jovem Pan
  • 15/02/2020 07h31
Alan Santos/PRBraga Netto substitui Onyx Lorenzoni, que vai assumir o ministério da Cidadania no lugar de Osmar Terra

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em transmissão ao vivo nas redes sociais nesta quinta-feira (13), que o General Braga Netto — indicado para ser o novo ministro da Casa Civil — vai coordenar os demais ministros do governo.

Braga Netto substitui Onyx Lorenzoni, que vai assumir o ministério da Cidadania no lugar de Osmar Terra. Além dessa mudança, o presidente nomeou o almirante Flávio Augusto Rocha para o cargo de secretário especial de assuntos estratégicos — no lugar de Bruno de Souza.

O fortalecimento dos militares e o esvaziamento dos olavistas, que tinham em Onyx um companheiro, fez com que apoiadores dessa ala mais ideológica e radical acendessem um sinal de alerta nas redes sociais. O choro é livre.

Mas outra notícia, dada pela revista Época, mostra que a mudança parece ser mais profunda do que alguns imaginavam. O assessor internacional de Bolsonaro, Filipe G. Martins, perdeu o segundo decreto publicado no DOU algumas de suas principais atribuições.

O decreto, assinado pelo próprio Bolsonaro, passou da Secretaria Internacional para a Secretaria de Assuntos Estratégicos várias tarefas importantes. Se for confirmada na prática essa mudança assinada no DOU, isso significa um esvaziamento completo das atribuições do jovem olavista.

Militares decentes resgatando o espaço no governo Bolsonaro, a ala liberal econômica de Guedes firme e olavistas — muitas vezes oportunistas — perdem força. Será que o presidente acordou de vez? Sonhar não custa.

É o que falta para agregar em torno de uma agenda virtuosa. Não precisamos endeusar os militares, muitas vezes com uma mentalidade positivista e tecnocrata. Basta ver o legado do regime militar, que não foi tão maravilhoso assim como alguns querem crer.

Tão pouco precisamos rechaçar a importância da guerra cultural, do combate ao esquerdismo — incluindo o Estado na máquina estatal toda.  Mas as intrigas criadas pelos olavistas serviram até aqui para afastar inúmeras pessoas que em condições normais de temperatura e pressão dariam apoio ao governo.

Não é tarde para tal mudança. Templários que brinquem de cosplay em casa para “resgatar” a alta cultura e a civilização ocidental espalhando baixaria nas redes sociais e assassinando reputações de forma vil. Deus vult.