Rodrigo Constantino: É música para nossos ouvidos a fala de Bolsonaro em Davos

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2019 20h16
EFE

Segundo Al Gore, o mundo não existe mais: o planeta foi completamente derretido pelo aquecimento global. Felizmente, ainda estamos aqui, assim como a Terra. Mas o alarmismo dos ecoterroristas, infelizmente, continua intacto, e sem a devida crítica por parte da imprensa.

Al Gore tem muitos herdeiros. Alexandria Ocasio-Cortez é uma delas. Trata-se da mais jovem deputada americana, eleita pelo Partido Democrata, com discurso socialista e comentários estapafúrdios que expõem toda a sua ignorância demagógica. Mas por ter um rosto bonitinho, bancar a minoria oprimida e fazer discursos sensacionalistas, é a queridinha da mídia, o que mostra como os democratas estão cada vez mais radicais.

Em nova declaração idiota, Ocasio-Cortez disse que em doze anos o mundo acabará se nada for feito para combater o aquecimento global. Isso mesmo: 12 anos! Acho que até Al Gore deve ter corado pela cara de pau da colega de partido. Ela dava uma entrevista tendo como base o feriado de Martin Luther King, e conseguiu o impossível: unir essa causa climática ao combate por direitos civis do líder negro. Ela reclamou dos que questionam “como pagar por isso”. Que absurdo! Onde já se viu se preocupar com detalhes bobos e comezinhos como a origem dos recursos, quando está em jogo nada mais nada menos do que salvar o planeta, a humanidade, de uma extinção iminente?!

“Essa é a guerra, essa é a nossa Segunda Guerra Mundial”, continuou a moça. Enquanto os jovens militares se mandavam para a Europa para lutar contra nazistas e salvar a civilização ocidental, Ocasio-Cortez faz discursos no ar condicionado sobre o derretimento do planeta, e se enxerga como uma heroína de guerra!

Se alguém acredita mesmo que o mundo não vai mais existir em pouco mais de uma década por conta do “aquecimento global”, então claro que basicamente qualquer medida drástica e autoritária seria justificável. Eis a tática da esquerda. O problema é acreditar nessa estupidez. Estivesse Ocasio-Cortez num sanatório, seria apenas digna de nossa pena. Sendo ela uma figura política, e com destaque cada vez maior, torna-se extremamente perigosa.

Diante dessas baboseiras esquerdistas, é música para nossos ouvidos a fala do presidente Jair Bolsonaro em Davos, afirmando que a questão ambiental não pode ser analisada sem levar em conta o desenvolvimento econômico. Ou seja, menos ideologia e mais razão, menos ecoterrorismo e mais prudência, menos histeria e mais fatos. E pensar que a esquerda acusa a direita de virar as costas para a ciência…