Rodrigo Constantino: Se vemos PT e PSOL reclamando, então é quase certo que se trata de boa medida

  • Por Rodrigo Constantino/Jovem Pan
  • 17/01/2019 08h15
Reprodução/TV TemO ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, determinou o levantamento e a suspensão por 90 dias de todos os convênios e parcerias de órgãos ligados à pasta

Em uma canetada que soou como uma declaração de guerra a ONGs dedicadas à preservação da natureza, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, determinou o levantamento e a suspensão por 90 dias de todos os convênios e parcerias de órgãos ligados à pasta, inclusive os estabelecidos com entidades do terceiro setor. Assim o jornal O GLOBO deu a notícia nesta quarta.

Na prática, a medida visa a uma maior transparência, o que é absolutamente saudável e necessário. Afinal, sabemos da quantidade de ideologia e corrupção nesses esquemas entre governo e ONGs, que costumam ignorar a letra N na sigla e passam a depende quase exclusivamente de verbas públicas para sobreviver.

A suspensão temporária dos acordos permite uma análise mais detalhada de cada caso, para separar o joio do trigo. O setor também é vítima da ação globalista, com grupos estrangeiros tentando influenciar as decisões relacionadas ao meio ambiente e às causas indígenas ou quilombolas.

Como mostrou Evaristo de Miranda, da Embrapa, há lobby de produtores rurais de outros países, como os Estados Unidos, para que nossas áreas “preservadas” sejam cada vez maiores, de modo a reduzir a competitividade do nosso setor agropecuário, que possui claras vantagens comparativas.

Conversei com o ministro, que explicou: “Não vamos interromper medidas importantes que já estão em andamento, mas vamos auditar todos eles, pedindo relatório de prestação de contas e relatório de atividades. Só para se ter uma ideia, só no Fundo Amazônia foram contratados R$ 516 milhões para 44 ONGs diferentes. Então precisa ser olhado com muito cuidado”.

Não há porque chiar, portanto. Trata-se de medida prudente. No mais, quando você estiver na dúvida se uma ação do governo foi ou não desejável, uma sugestão praticamente infalível é verificar quais grupos estão mais estridentes contra elas na mídia. Se vemos o PT e o PSOL reclamando, então é quase certo que se trata de boa medida. Isso nunca costuma falhar…