Vera: Bolsonaro terá chance de se aproximar da ala católica

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2019 08h00
EFEO Sínodo do Vaticano irá coincidir com a ida de brasileiros ao Vaticano para a canonização da Irmã Dulce

Bispos se reúnem no Vaticano para o Sínodo da Amazônia. Neste domingo (6), ao abrir o evento, o Papa Francisco afirmou que a região precisa do “fogo do amor” e não do fogo ateado por interesses que destroem.

“O Sínodo virou um motivo de preocupação no Palácio do Planalto e de indisposição entre o Governo e a Igreja Católica – sua ala mais progressista. Desde o início do ano o GSI monitora a realização do Sínodo porque acha que é uma maneira da Igreja apoiar aqueles que, de alguma maneira, questionam a soberania brasileira sobre a Amazônia.”

“Essas discussões vão coincidir, no final, com a ida de vários brasileiros – inclusive Bolsonaro pode ir – à canonização da irmã Dulce que também acontece no Vaticano. Vai ser uma forma de Bolsonaro se aproximar com a outra ala, da Igreja Católica, que está em cerca dissintonia.”