Vera Magalhães: Escolhas de presidente e relator de comissão especial estão nas mãos de Maia

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2019 07h52
Marcelo Camargo/Agência BrasilRodrigo Maia tinha deixado claro que não havia se metido muito na CCJ, mas que na comissão especial seria diferente, já que é de sua prerrogativa indicar postos de comando

A comissão especial deve ser instalada nesta quinta-feira (25) e a disputa se dará no momento anterior da decisão de seu relator e presidente.

Quem está com as cartas na mão é o presidente da Câmara. Rodrigo Maia tinha deixado claro que não havia se metido muito na CCJ, mas que na comissão especial seria diferente, já que é de sua prerrogativa indicar postos de comando.

A presidência deverá ser de Marcelo Barreto (PR). As conversas estão avançadas com o partido do Centrão; e a relatoria, cargo mais vistoso da comissão, é disputada por Eduardo Cury (PSDB) e Pedro Paulo (DEM).

São dois deputados considerados independentes em relação ao Governo e próximo a Maia. O presidente da Câmara, Paulo Guedes e Onyx Lorenzoni devem coordenar as conversas sobre a reforma daqui para frente.

Postergações

É possível dizer que virão mais postergações pela frente. Na comissão especial, que já é longa por definição regimental, a quantidade de emendas que já está sendo formulada e será apresentada na comissão é enorme.

Nesta fase entram as judicializações. A oposição e corporações recorrerão à Justiça.

É por isso que bato na tecla de que governistas precisam tomar aulas de procedimentos regimentais dentro da Câmara. Mexer no celular eles já mostraram que sabem, mas precisam aprender o regimento interno da Casa em que trabalham.

Confira o comentário completo de Vera Magalhães: