Vera: Na hora do aperto, governo vai pedir dinheiro às estatais que deseja vender

  • Por Jovem Pan
  • 08/08/2019 08h03
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilAto contradiz desejo do governo de privatizar empresas

O governo federal deve pedir ajuda das estatais para conseguir fechar suas contas. Ao perceber que o Orçamento realmente não vai fechar e que a arrecadação não foi suficiente, isso sem contar os contingenciamentos nos ministérios, a gestão de Jair Bolsonaro (PSL) vai enviar um ofício às empresas públicas pedindo para que o pagamento de seus dividendos seja antecipado.

Isto é: como acionista dessas estatais, o governo tem direito a uma parte dos dividendos, que são a parte do lucro que a empresa divide, de acordo com sua política interna, entre os acionistas. Assim, para tentar fechar as contas, a União vai pedir o pagamento antecipado de sua participação nos lucros do primeiro semestre deste ano.

Apesar de a medida ser totalmente legal e não representar nenhum tipo de pedalada, ela apresenta uma contradição com o discurso do governo. Primeiro com o do próprio ministro da Economia, Paulo Guedes, que dizia que teríamos déficit fiscal zero já no primeiro ano de gestão: não deu certo.

Além disso, outro fato curioso é que o governo, que tem fala tão marcante e afirmativa sobre as privatizações, vai recorrer, no momento de emergência, ao dinheiro que vem das estatais que ele quer vender. Ou seja: mesmo correndo risco de serem privatizadas em breve, as estatais estão sendo a salvação para quando o Orçamento não é cumprido.