Vera: Saída de Cintra abre caminho para ‘limpa’ na Receita Federal

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2019 07h58
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOSecretário foi desligado após tentar implantar 'nova CPFM'

A demissão, nesta quarta-feira (11) do secretário da Receita Federal (RF), Marcos Cintra, pode abrir caminho para uma “limpa” de funcionários do órgão. Há alguns meses, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) já vinha demonstrando alguma insatisfação com a RF, assim como com outros órgãos de controle, como a Polícia Federal (PF) e o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras).

Na época, os auditores e demais funcionários já haviam se manifestado contra as opiniões de Bolsonaro, fazendo protestos e ameaçando demissões em massa. Agora, com a saída de Cintra, os trabalhadores do órgão estão ainda mais atentos: além das funções de arrecadação da Receita, as de fiscalização também estão sendo postas em cheque.

Recentemente, alguns parentes do presidente cairam na malha fina do Imposto de Renda, o que causou revolta em Bolsonaro, que já tem dificuldades de separar o governo de sua esfera pessoal. Sendo assim, sua insatisfação com as atribuições fiscalizatórias do órgão deixa em aberto a situação dos funcionários do órgão, que já estão de olhos abertos.