Vera: STF pode adiar decisão sobre Lava Jato e travar sentenças

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2019 07h58
Antonio Cruz/ Agência BrasilToffoli voltou a dizer que Lava Jato existe "graças ao STF"

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu suspender, nesta quarta-feira (2), a retomada a continuidade do julgamento sobre o alcance da decisão que abre brecha para a anulação de sentenças da Operação Lava Jato. Em uma sessão tensa, o presidente da Corte, Dias Toffoli, iniciou a reunião com o discurso já adotado por ele anteriormente, de que a operação e o combate à corrupção no país se devem ao STF, mas foi interrompido por palavras duras do ministro Gilmar Mendes.

Mendes falou contra a Lava Jato e citou, pela primeira vez dentro do plenário do Supremo, o caso “Vaza Jato”, em que mensagens de juízes e procuradores relacionados a operação vieram à público. Ele acusou alguns dos procuradores e inclusive o ex-juiz federal, Sergio Moro, de cometer excessos.

Com o clima pesado, a sessão foi adiada, mas a previsão de que fosse retomada nesta quinta-feira (3) pode não acontecer. É possível que a decisão fique sem data para ser retomada e só volte a ser discutida junto com as conversas sobre prisão após condenação em segunda instância, travando centenas de processos.