Navios à vista: dicas para embarcar na temporada 2015/2016

  • Por Jovem Pan
  • 13/10/2015 20h01
Costa Fascinosa

Olá amigos de Minuto Turismo, hoje vamos falar da temporada brasileira de cruzeiros marítimos desta virada do ano 2015/2016, que já começou!

Em tempos de dólar em alta, uma boa dica é procurar por uma viagem que ofereça o câmbio congelado.

E lembre-se que antecedência é tudo: escolha e reserve seu cruzeiro o quanto antes, conferindo, se a família for grande, quanto custa ter uma terceira ou até uma quarta pessoa na mesma cabine.

Tenha em vista ainda que os cruzeiros de Natal. Réveillon e Carnaval, têm preços diferentes, já a procura é maior nessas datas festivas.

Depois, escolha entre as embarcações que estão por aqui em função do estilo delas, do quanto você quer gastar e dos roteiros oferecidos na época de sua viagem.

Se puder, invista numa cabine externa, ou, melhor ainda, numa cabine com varanda.

Faça as contas e lembre-se que o cruzeiro inclui quase tudo, de hotelaria de qualidade a bordo, até ps deslocamentos entre os portos, além de uma enorme comilança a bordo, de festas etc..

Outra “extravagância” que vale a pena é investir em cruzeiros de uma semana.

Há também bons cruzeiros que duram entre 3 e 5 noites, mas o mais legal é ficar as 7 noites a bordo, pois os navios são cada vez mais destinos de turismo em si e há muito o que fazer a bordo.

Na bagagem, inclua roupas informais para piscina e praia, como sandálias, calçados confortáveis, bermudas e trajes de banho, além de filtro solar, sempre são essenciais nos cruzeiros de verão brasileiro.

Quase sempre, nos roteiros de uma semana, há uma noite em que homens usam blazer –ou até terno e gravata,– e as mulheres ficam sempre mais bonitas em vestidos de noite, se bem que, no Brasil, há roteiros e transatlânticos que dispensam o uso desses trajes.

De todo modo, a dica é: leve sempre uma roupa mais formal para as festas noturnas a bordo, que são clássicas.

Na última madrugada do cruzeiro, uma lista especificando os gastos extras durante a viagem é colocada na cabine, por baixo da porta, para o hóspede conferir.

Numa viagem transatlântica, o cruzeirista que planeja, se diverte mais. E, aliás, num cruzeiro marítimo, que viaja é o navio, o passageiro fica sempre bem acomodado na privacidade de sua cabine e com todos os serviços de hotelaria a seu alcance o tempo todo.

E você, preparado para zarpar nessa temporada 2015/2016?

Faça as contas, examine o roteiro e invista: viajar de navio é ideal para quem gosta de se divertir e, também, de descansar!