Apontada como amante de Jorge Jesus, advogada desabafa: ‘Não vou permitir isso’

A carioca Ana Paula Belinger, que tem Jorge Jesus como cliente, disse estar sendo “covardemente agredida e caluniada” e pediu para que as pessoas ouvissem o que ela tinha a dizer antes de “espalhar fake news”

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2020 15h19 - Atualizado em 15/07/2020 15h31
Montagem sobre fotos/ReproduçãoAna Paula Belinger é advogada de Jorge Jesus e viajou até o Catar para assistir à final do Mundial de Clubes de 2019

Se você está em um algum grupo de WhatsApp em que futebol é um tema recorrente, com certeza recebeu, entre ontem e hoje, prints que sugerem que Jorge Jesus não pretende sair do Flamengo por questões esportivas ou financeiras, mas sim porque a esposa dele teria descoberto uma relação extraconjugal do português com uma advogada carioca. Há fotos do treinador ao lado da jovem, que também aparece em um avião a caminho de Lima, no Peru, onde foi disputada a final da Libertadores do ano passado, e vestindo a camisa do Flamengo nas arquibancadas do estádio em que o clube rubro-negro jogou a final do Mundial de Clubes, diante do Liverpool, no Catar. O “boato” se espalhou e, é claro, chegou até a mulher apontada como amante do treinador de 65 anos. Trata-se de Ana Paula Belinger, dona de uma consultoria jurídica que tem Jorge Jesus como cliente.

No fim da tarde da última terça-feira, 14, a advogada postou um vídeo nas redes sociais para se defender. Sem citar diretamente o caso, Belinger desabafou, disse estar sendo “covardemente agredida e caluniada” e pediu para que as pessoas ouvissem o que ela tinha a dizer antes de “espalhar fake news”. Ela começou se apresentando: “meu pai era trocador de ônibus, minha mãe, balconista de padaria, e minha avó era semianalfabeta. Ainda assim, consegui me formar em uma das instituições mais renomadas do Rio, me especializei em Direito do processo do trabalho, sou aluna de MBA também por uma grande instituição, falo fluentemente três idiomas. Não foi fácil chegar até aqui. Lutei muito para conquistar os clientes de renome que hoje tenho na minha carteira de advogada”.

A partir daí, Ana Paula Belinger passou a falar especificamente sobre o boato que tomou conta das redes sociais de ontem para hoje: “nas últimas 24 horas, venho sendo covardemente agredida e caluniada nas redes sociais. Por um momento, pensei em bloquear meu Instagram, encerrar as minhas contas nas redes sociais. Mas pensei em quantas mulheres são violentadas diariamente. Não só fisicamente, mas moralmente também. Decidi que minhas redes sociais continuarão públicas, como sempre foram. Porque quero que a nossa sociedade perceba o quanto ainda é machista. O quanto é subjugada uma mulher como eu, que trabalha, é independente e que quer, sim, ter seu lugar no mundo. Não vou permitir isso. Não vou me acovardar como essas pessoas que me agridem têm feito”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Assistam antes de espalhar fake news!

Uma publicação compartilhada por Ana Paula Belinger (@anapaulabellinger) em

O tema foi alvo de debate no Esporte em Discussão desta quarta-feira, 15, no Grupo Jovem Pan. O comentarista Mauro Beting, por exemplo, foi um tanto quanto enfático ao externar o seu posicionamento sobre o assunto. “É um completo desrespeito à humanidade! ‘Ah, mas ela estava no Catar! Ah, mas ela é a advogada que trabalha com ele! Ah, mas aparece uma foto deles jantando!’ Gente, aparece e não me cabe analisar! Se você quiser compartilhar, curtir, analisar, você pode! É deplorável, mas faça o que você quiser! Eu, por dever de cidadão, de jornalista e por ter sido estudante de direito, defendo sempre que as pessoas se manifestem da maneira mais livre possível, mas desde que não haja desrespeito e quebra de nenhuma lei ou regra que não necessariamente esteja explicitada em algum código. Lamentavelmente, nós, da mídia, estamos desrespeitando demais, e, nas redes antissociais, cada vez mais. Esse bullying, essa prática deplorável do cancelamento das pessoas… Tem muita coisa errada! O mínimo de respeito tem que haver! Isso (caso extraconjugal) pode ter acontecido? Pode ser um motivo (para que Jesus queira sair do Flamengo)? Pode! Mas daí a gente já achar que é, escancarar, aí não! Aí tô fora!”, afirmou.

Confira, abaixo, o debate completo no Esporte em Discussão: