Governo prorroga por mais 30 dias uso de militares no combate a queimadas na Amazônia

  • Por Jovem Pan
  • 21/09/2019 10h03
EFE/Joédson AlvesBolsonaro prorrogou até 24 de outubro a Garantia da Lei e da Ordem para o emprego das Forças Armadas no combate aos incêndios na Amazônia

O presidente Jair Bolsonaro prorrogou até 24 de outubro a Garantia da Lei e da Ordem para o emprego das Forças Armadas no combate aos incêndios na Amazônia. A presença das tropas federais completaria um mês na região no fim de setembro.

O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União nesta sexta-feira (20) e mantém todas as regras da GLO ambiental. O instrumento abrange todos os estados da chamada Amazônia Legal. Os militares da União trabalham em conjunto com as forças policiais estaduais.

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou que a prorrogação ocorre devido a continuidade do tempo seco no Norte e no Centro Oeste.

“O mês de setembro está sendo visualizado pelos especialistas como um mês tão cedo como agosto. Então talvez a presença das Forças Armadas seja conveniente”, disse Fernando Azevedo e Silva na manhã desta sexta-feira (20) depois de participar de evento no Rio de Janeiro.

Segundo o ministro, foram combatidos mais de 500 focos de incêndios durante a atuação da GLO.

*Com informações da repórter Victoria Abel