Ministério da Cidadania diz ter zerado fila de espera do Auxílio Brasil

Programa tem mais de 17 milhões de famílias inscritas; somente em janeiro de 2022 foram incluídas 2,7 milhões

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2022 08h12 - Atualizado em 05/01/2022 13h07
LUIS LIMA JR/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Pessoa mexe em aplicativo do Auxílio Brasil Aplicativo do Auxílio Brasil para smartphones

O Ministério da Cidadania afirmou que zerou a fila de espera do Auxílio Brasil, programa de transferência de renda que substituiu o Bolsa Família. Segundo a Pasta, cerca de 2,7 milhões de famílias foram incluídas no programa somente no mês de janeiro. Mais de 17 milhões de famílias estão inscritas no programa Auxílio Brasil. Segundo o Ministério da Cidadania, este é o maior número de beneficiários atendidos por um programa social de transferência de renda do governo federal. O benefício, este mês, começa a ser pago no dia 18 de janeiro. Desde dezembro, os beneficiários do Auxílio Brasil estão recebendo o valor de R$ 400. A pessoa pode verificar se o registro foi aprovado no Cadúnico e se vai ter direito de receber o auxílio. A prioridade é para as famílias em vulnerabilidade social, famílias com renda mensal de até R$ 100 e famílias pobres com renda familiar de R$ 100 a R$ 200 por pessoa e que tenham gestante, criança ou adolescente na composição familiar.

*Com informações da repórter Iasmin Costa