‘Policiais também não gostam do Lula’, diz Capitão Derrite após declaração polêmica do petista

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, deputado federal repercutiu declaração do ex-presidente sobre a categoria

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2022 09h10 - Atualizado em 04/05/2022 09h19
Cleia Viana/Câmara dos Deputados Homem de terno e gravata falando em microfone Parlamentar disse que desgosto por Lula não tem nada pessoal

A participação de militares na política vem provocando muita polêmica e não é de hoje. Há alguns dias, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que “o presidente Bolsonaro não gosta de gente, gosta de policial”. A frase teve uma repercussão negativa e o petista pediu desculpas aos policiais. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, desta quarta-feira, 4, o deputado federal Capitão Derrite (PL-SP) falou sobre a declaração do petista e afirmou que os policiais não gostam de Lula por ele ser um “criminoso condenado”. “Nós fomos surpreendidos com a fala desse bandido do Lula dizendo que o presidente Bolsonaro ‘não gosta de gente, e sim de policial’. Não é surpresa para nós, porque os policiais também não gostam do Lula. Mas não é uma questão pessoal. Historicamente, quando a gente brinca de ‘polícia e bandido’, o bandido nunca gosta da polícia. É esse sentimento que o policial tem por ele. É um criminoso condenado. Infelizmente, após um entendimento de prisão após condenação em segunda instância que foi mudado na Suprema Corte, ele está em liberdade. […] Agora, foi bom escancarar para todo o Brasil qual o sentimento que ele tem e a opinião que ele tem sobre os verdadeiros heróis da sociedade, que são os policiais”, disse Derrite.