Acordo pré-nupcial de Angelina Jolie e Brad Pitt tem cláusulas curiosas; confira

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2014 07h51
Reprodução<p>Angelina Jolie e Brad Pitt</p>

Pois é gente, o casamento de “Brangelina” continua rendendo notícias. O acordo pré-nupcial feito entre Angelina Jolie e Brad Pitt tem alguns tópicos curiosos. Além de prever que a atriz fique com os filhos no caso de uma separação, o documento diz que o traidor deve deixar a casa. 

Outro detalhe importante, se ocorrer o divórcio, a fortuna de Pitt e Jolie, estimada em US$ 425 milhões, deverá ser dividida da seguinte maneira: os dois terão direito a ficar apenas com o que tinham antes de assumirem um relacionamento estável, e o restante deve ser deixado para os filhos. O acordo também reserva uma quantia da fortuna para orfanatos de países mais necessitados.

Ainda sobre o casamento, foi divulgado que o pai de Angelina Jolie, o ator Jon Voight, não foi convidado para o casamento da filha. Não é segredo pra ninguém que Jolie e o pai não se dão bem há bastante tempo.

O principal motivo do péssimo relacionamento dos dois é resultado de um trauma. Angelina nunca teria superado o fato de ter presenciado o casamento entre ele e sua mãe desmoronar. Talvez ter passado por esta experiência ruim na infância foi o que motivou estas cláusulas do acordo do casamento com Brad Pitt.