Criadores do curso ‘Política Fácil’ explicam necessidade da educação política no país

  • Por Jovem Pan
  • 09/08/2019 12h21
Jovem PanPaulo Mathias e Heni Ozi Cukier foram os convidados do Morning Show nesta sexta (9)

Com o objetivo de dar mais educação política para a população brasileira, o administrador público Paulo Mathias e o cientista político e deputado estadual Heni Ozi Cukier lançaram o projeto “Política Fácil – Escola de Cidadania”, criado para formar cidadãos engajados.

Os dois estiveram no estúdio do Morning Show nesta sexta-feira (9) para falar sobre o atual cenário político do país e suas expectativas com o projeto.

“Nós identificamos como um dos maiores problemas do Brasil a falta de educação política. Vemos o jornal na televisão, mas de uma absolutamente forma rasa. Há um conhecimento político raso e isso não vai nos levar ao desenvolvimento que tanto queremos” esclareceu Mathias.

Segundo ele, a partir de 2013 começou o fim da apatia da população em questões políticas. As manifestações de junho daquele ano, seguidas pelo processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff fez com que os brasileiros ficassem mais atentos às dinâmicas em relação à política no país.

“Quando criamos o Política Fácil foi sem grandes expectativas. Mas percebemos que há uma demanda clara da sociedade que está vendo a coisa acontecer, mas quer entender um pouco mais”, disse Mathias.

Ambos avaliam que existe sim uma crise na representação de partidos políticos, evidente durante a votação da reforma Previdência, mas isso não é só no Brasil, mas em todo o mundo.

“A existência de partidos políticos no mundo é para ele preencher esse vácuo, educar a população, treinar candidatos, explicar o que é o sistema, esse é o papel do partido, mas infelizmente no Brasil os partidos não são institucionalizados”, avaliou Cukier.