"É uma tática que zoa o jornalismo", diz publicitário sobre falsa campanha "contra" deficientes

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2015 10h39
Reprodução

O publicitário Rodrigo Leão, que comanda o blog Jacaré Bangela, comentou a polêmica ação de marketing promovida pela prefeitura de Curitiba em que pregava o “fim dos privilégios para deficientes” durante o Morning Show desta quarta-feira (02).

Um outdoor e uma página no Facebook foram criados com a “proposta” de “revisar” aos direitos dos deficientes físicos, como vaga preferencial e cota para contratação em empresas. A iniciativa é do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, vinculado à Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência da capital paranaense que acrescentou a frase “se tantos se revoltaram, por que tantos ainda desrespeitam?” dias depois. 

“O tipo de pessoa que para na vaga azul e que as pessoas estão fazendo isso não estão nem aí, provavelmente deram até um like (na campanha fictícia)”, avaliou Leão.

O publicitário também considerou que a campanha, que gerou revolta na web nesta semana, “é uma tática que zoa o jornalismo”. “No fundo você causou um monte de nervosismo na população, humilhou jornalistas que não tiveram como checar a informação”, falou.