Com nova formação, Charlie Brown Jr. toca no Rock in Rio em tributo a Chorão e Champignon

  • Por Jovem Pan
  • 26/09/2019 12h18
Jovem PanBanda foi entrevistada no Morning Show desta quinta-feira (26)

Ex-vocalista do Charlie Brown Jr., Chorão morreu em março de 2013, mas o seu legado continua vivo com apresentações da banda por todo o país. No próximo sábado (27), Marcão Britto, Heitor Gomes, Pinguim Ruas e Panda, responsável pelos vocais, sobem ao palco District do Rock in Rio. Antes, eles conversaram com a bancada do Morning Show nesta quinta-feira (26) para relembrar diversos momentos da carreira.

Guitarrista da formação original, Marcão contou que os atuais shows do CBJR são uma homenagem para Chorão e Champignon, baixista que morreu seis após o vocalista.

“[No RiR] será um show muito especial em homenagem a eles, vamos tocar todos os hits, que a galera já espera que a gente toque, e também influências, como Suicidal Tendencies; bandas que influenciaram muito nossa carreira”, disse Marcão.

Em turnê com o Charlie Brown, o guitarrista lembrou das primeiras apresentações com a nova formação, que já teve Alexandre Abrão, filho de Chorão, nos vocais.

“Sempre teve um pedido muito grande dos fãs para que levássemos esse show para outras cidades. Neste ano temos essa oportunidade, inclusive com algumas músicas na voz do Chorão [a partir de gravações]. Achamos que era um momento oportuno para fazer isso pois nosso CD ‘Preço Curto… Prazo Longo’ completa 20 anos”, contou o músico, citando um dos álbuns mais emblemáticos da banda, responsável pelas faixas “Zóio de Lula” e “Te Levar”.

Na difícil missão de ocupar um lugar de honra, Panda falou sobre a sorte que tem em tocar com na banda que cresceu ouvindo.

“O Chorão é insubstituível, ele é um ícone, mestre. Sou um fã como todos os outros, mas que tenho a sorte de hoje estar do outro lado da barricada. Me considero só um mestre de cerimônias que a oportunidade de cantar músicas que fizeram parte da minha história.”