‘Eu volto, mas não sei se volto empregado’, diz Leo Dias sobre retorno ao ‘Fofocalizando’

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2019 11h43 - Atualizado em 25/07/2019 11h45
Jovem PanLeo Dias falou com exclusividade ao Morning Show sobre seu afastamento do Fofocalizando

Colunista e um dos apresentadores do “Fofocalizando”, Leo Dias quer retornar ao programa após cumprir o período de licença inciado na quarta-feira (24), embora não tenha certeza de que isso irá acontecer.

Em uma conversa com a bancada do Morning Show nesta quinta (25), Leo confirmou que solicitou ao SBT os 21 dias de férias a que tinha direito e, como especulava-se, o motivo do pedido foi Lívia Andrade.

“Eu queria paz. Realmente a briga com a Lívia me abalou demais. Sabe quando você se separa e quer que seu ex more na Sibéria por três anos? Eu adoraria que a Lívia se mudasse para Sibéria, mas como ela não se mudou eu fico 20 dias no Rio”, disse.

Leo Dias ainda contou que sua relação com Lívia Andrade é estritamente profissional. “[A gente] só se fala na hora do programa. Eu sou muito verdadeiro, na hora que a luz vermelha acende [no estúdio] é a mesma pessoa que fala contigo. A Lívia, não. Não falo como algo ruim. Mas eu não consigo sorrir para quem não gosto.”

As férias do apresentador acabam no dia 15 de agosto e, por ele, o retorno é garantido. “Eu volto, mas não sei se volto empregado. Pode ser que no dia 15 eu seja demitido, mas são coisas da vida, eu pego minhas coisas e vou procurar outro lugar”.

Em seu posto, Mara Maravilha, queridinha de Silvio Santos, foi anunciada como substituta na atração. Ela, aliás, era uma das apresentadoras fixas do “Fofocalizando“, mas divergências nos bastidores também a afastaram. Dias aprova a escolha.

“O que tem que prevalecer é o programa, o que eu quero e gosto não interessa. O que importa é o telespectador. Se o Silvio acha que querem a Mara, que ponha a Mara. O programa não é meu ou da Lívia, é do telespectador.”

O blogueiro ainda rebateu os comentários sobre o uso de drogas e afirmou que no momento faz apenas terapia.

Confira abaixo a conversa com Leo Dias: