‘Marcius Melhem quer provar inocência atirando em seus detratores’, diz Rafinha Bastos

Em entrevista ao Morning Show, humorista comentou intimação judicial que recebeu após ironizar ex-global: ‘ele tem o direito de me processar, mas acho ridículo’

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2021 13h48 - Atualizado em 22/01/2021 13h53
Imagem: Reprodução/Morning ShowRafinha Bastos afirmou, em entrevista ao Morning Show, que Marcius Melhem 'sai perdendo' ao entrar com ação judicial

Em entrevista ao programa Morning Show, da Jovem Pan, nesta sexta-feira, 22, o humorista Rafinha Bastos opinou sobre a determinação judicial que recebeu após publicar em suas redes sociais um vídeo ironizando 0 ex-diretor da Globo Marcius Melhem. “Tirei o vídeo do ar, obedeço a Justiça, não tem como desobedecer. Mas acho isso triste. É muito ruim que o direito à liberdade de expressão dependa da subjetividade de apenas uma pessoa, de um juiz. Marcius Melhem está caindo, morrendo e atirando para todos os lados enquanto há tempo. Ele quer provar inocência atirando em seus detratores. Agora, imagina como deve estar confusa a cabeça deste sujeito que usou o humor para lutar contra todas as injustiças do mundo e, de repente, descobriu que supostamente praticava estas mesmas injustiças”, disse.

Melhem tornou-se alvo de denúncias de assédio sexual e moral no último ano, quando atrizes da Globo levaram as queixas à emissora. Após uma investigação interna sobre as acusações, o humorista se desligou da chefia de Humor e teve seu contrato encerrado com a Globo. Através de um pronunciamento da comediante Dani Calabresa, que afirma ter sido vítima de assédio, outras acusações tornaram-se públicas, mas as denunciantes permanecem em anonimato.  “Ele tem todo o direito do mundo de me processar, mas estando na posição de colega de profissão, acho ridículo que entre na Justiça contra outro humorista. Ele poderia ter me ridicularizado para se defender da piada, poderia me confrontar ou responder tudo isso com humor porque, se o cara é inteligente, conseguiria lidar com a situação de uma maneira hilária e ainda sair por cima. Como cidadão, ele tem o direito de me processar, mas quem sai perdendo é ele”, afirmou Rafinha Bastos, que se envolveu na polêmica após uma postagem ironizando Melhem.

No vídeo publicado em seus perfis no Twitter e Instagram, Bastos fez uma edição debochando de uma das declarações do ex-global sobre as acusações – “foi muito doloroso para mim”. “Doloroso pra ti? Oi? Roubei oito bancos, roubei várias vezes, isso foi muito doloroso pra mim. Eu matei 48 pessoas, matei várias vezes, isso foi muito doloroso pra mim”, disse Rafinha na edição do vídeo, que reproduzia imagens de Melhem. Devido à manifestação, a juíza Tonia Yuka Koroku, da 13ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou que o comediante “exclua de suas redes sociais os vídeos”, que foram considerados ofensivos à honra de Melhem. Além dele, os humoristas Felipe Castanhari, Danilo Gentili e Marcos Veras também foram intimados judicialmente.

Confira na íntegra a entrevista com o humorista Rafinha Bastos: