“Não existe terapia para mudar orientação sexual”, reforça terapeuta sexual

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2017 11h33
Reprodução/ Youtube

A liminar aprovada pela Justiça do Justiça Federal na segunda-feira (18), que permite tratar a homossexualidade como doença, gerou revolta pelo país. No Jovem Pan Morning Show desta terça-feira (19), a terapeuta sexual e psicóloga Paula Napolitano condenou a medida e reforçou: não há tratamento para orientação sexual.

“Buscar terapia é excelente para entender a sexualidade e lidar com os preconceitos, mas não existe terapia para mudar a orientação sexual”, afirmou.

A terapeuta esclareceu que a liminar é um recuo ao que a ciência já concluiu há décadas atrás.

“Desde a década de 90 a Organização Mundial da Saúde entende que a homossexualidade não é uma doença e não pode ser tratada”, explicou. “Estamos retrocedendo”, emendou.