Pivô brasileiro do Chicago Bulls aposta em fim de dinastia Warriors-Cavaliers

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2018 11h29
Johnny Drum/Jovem Pan

A NBA já está nas disputas dos playoffs e pela primeira vez nos últimos, Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers não aparecem como os grandes favoritos. Quem engrossa esse coro é o pivô brasileiro do Chicago Bulls, Cristiano Felício, convidado do Jovem Pan Morning Show desta quinta-feira (26).

Para o jovem de 25 anos, Houston Rockets e o surpreendente Philadelphia 76ers serão os dois finalistas da NBA, que viram os últimos anos serem monopolizados pelas equipes de Stephen Curry e LeBron James.

“Para mim, nem Golden State Warriors e nem Cleveland Cavaliers vão para as finais da NBA. Eu acredito que a final será entre Houston Rockets e Philadelphia 76ers, que são duas equipes que vem jogando muito bem”, aponta.

Natural da pequena cidade de Pouso Alegre, Minas Gerais, Felício viu sua vida mudar de status quando assinou contrato com os Bulls – vínculo que foi renovado por mais quatro temporadas recentemente. Em Chicago, o rapaz vive uma rotina de luxo, mas nada que o faça perder a humildade.

Toda vez que vem ao Brasil, o jogador de basquete trabalha com crianças carentes para incentivá-las a praticarem esportes e desenvolver o esporte no país, que nos últimos anos viu a Seleção Brasileira não conseguir bons resultados dentro de quadra.

Felício garante que ele e outros atletas como Raulzinho, Lucas Bebê e Nenê conversam sempre sobre o quanto desejam devolver a Seleção Brasileira de basquete ao protagonismo que merece.

“Eu tenho muito contato com o Raulzinho e o Bebê. Sempre que vou jogar contra o Houston eu falo com o Nenê, o Leandrinho que estava no ano passado. Nós temos o pensamento de levar o nome do Brasil a um patamar maior nas competições internacionais e conversamos para levar ao Brasil ao topo do basquete mundial”, concluiu.