“Se disser que não fiquei orgulhoso, é mentira”, diz Carlos Alberto de Nóbrega sobre “Tá No Ar”

  • Por Jovem Pan
  • 10/03/2016 11h26
Divulgação<p>Humorista participou do programa por telefone nesta quinta-feira (10)</p>

Prestes a completar 80 anos no próximo sábado (12), Carlos Alberto de Nóbrega não só tem muita história para contar como é hoje uma referência para os novos humoristas, como o talentoso Marcelo Adnet.

Generoso, o veterano chegou a aceitar um convite inusitado para participar do “Tá No Ar”, de Adnet, transmitido pela Globo, e não poupou elogios ao trabalho que vem sendo realizado pelos colegas.

“Se eu te disser que não fiquei vaidoso, orgulhoso, vou estar mentido. Fiquei muito feliz. Porque nos não somos inimigos, somos concorrentes, mas tem lugar para todo mundo. Na praça também faço isso há muitos anos, não tem problema você falar de um colega de outra emissora. Eu não canso de elogiar a Globo pela qualidade do que eles produzem, a gente não pode negar essa liderança”, contou em entrevista ao Morning Show nesta quinta-feira (10).

Tanto é que quando um de seus atores em “A Praça é Nossa”, o Saulo Laranjeira (que fazia o personagem “Deputado” há 21 anos), pediu para sair do programa porque havia uma boa oportunidade na próxima novela das 21h na Globo, “Velho Chico”, Carlos Alberto não pensou duas vezes em apoiá-lo.

“Ele queria a oportunidade de mostrar outras facetas, mas estava com medo da minha reação, porque sabe que é um dos quadros que eu mais gosto. É como um filho que sai de casa e vai fazer intercâmbio nos Estados Unidos, vou ficar triste com a ausência dele em casa, mas também feliz pelo quanto ele vai ganhar, porque é um absurdo você cortar a carreira, o sonho de alguém”, definiu.