“Sinto falta da TV, às vezes entro em depressão”, revela Gilberto Barros

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2017 11h56
Johnny Drum/ Jovem Pan

Ao longo dos mais de 30 anos de televisão brasileira, Gilberto Barros comandou muitos dos maiores programas da TV, mas deixou as telinhas em 2015, quando encerrou seu contrato com a Band. No Jovem Pan Morning Show desta terça-feira (12), Leão revelou que, apesar dos novos projetos, ainda sofre com a distância da TV.

“Sinto muita falta da TV. Às vezes entro em depressão, mas eu controlo”, contou o apresentador que está diariamente na plataforma online TV Leão. “A gente interage [na plataforma], mas é diferente. Sinto falta do contato com o auditório, produção, equipe”, explicou.

O apresentador revelou que espera poder voltar para a televisão em algum momento. “Amo a Band e tenho consciência que ajudei a reviver a Bandeirantes, que antes era apenas o canal de esportes. Colocamos a Band nos trilhos. Demos um jeitão de televisão com o programa de auditório e me deu muito orgulho de poder fazer. Acabou o contrato e deixei a porta aberta, assim como na Globo”, disse.

E apesar de sentir saudades da televisão, o apresentador criticou a grade brasileira atual. “A TV aberta está uma droga. Está faltando espaço para o artista brasileiro, mais atividade artística, musical”, defendeu.

Para Leão, um estilo de programa em específico deveria ser banido das emissoras: os realities show. “Fui obrigado a fazer um [“A Grande Chance”, da Band] e eu abomino essas fórmulas importadas, acho uma baixaria e de muito mal gosto. É a mesma coisa que não ter o que fazer e uma sacanagem com o profissional de televisão”, criticou.

Esse ano, Leão pôde voltar à TV brevemente para uma participação na novela “Pega Pega”, da Globo, onde interpretou ele mesmo. O convite para a atração o emocionou. 

“Eu recebi [o convite] como uma grande homenagem. Não acreditei quando me ligaram. Fiquei muito emocionado”, contou ao revelar que teve dificuldades em decorar o texto. “Eu não conseguia lembrar os nomes [dos personagens], mas no fim saiu”, comemorou.