"Tenho orgulho de ser de lá" diz Fafá de Belém no Dia da Amazônia

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2014 11h48
Divulgação

No Dia da Amazônia, comemorado nesta sexta-feira (5), ninguém melhor para falar sobre a região que Fafá de Belém, a belenense apaixonada pelos rios e pela culinária do norte do país. A cantora falou sobre a data por telefone no programa Morning Show.

“Todo dia é Dia da Amazônia. A Amazônia é nossa e o Brasil conhece tão pouco dela. Parece que é um território da fantasia. Não. Ela é nossa e temos que preservá-la”, alerta a cantora. Fafá chama a atenção para todas as descobertas científicas que são perdidas com a falta de valorização este ecossistema. “Meu pai tinha um livro que herdou do meu avô, de um pesquisador alemão de século XX sobre mais de 150 tipos de flores, plantas e madeiras curativas da Amazônia. Se esse livro é de 1910, quanto tempo a gente tá perdendo?”, questiona.

“Adoro minha região, tenho orgulho de ser de lá”, afirma radiante. Fafá conta sobre a paixão da população da Amazônia pela água: “temos o hábito de nos banhar no rio. Então quando alguém compra um sítio, uma chácara, a primeira preocupação é saber se é no igarapé ou na beira do rio. O rio é a nossa rua, a gente pega um barco, almoça do outro lado, volta pra casa”.

“Convido o Brasil e São Paulo para conhecer a nossa terra, nossas águas, nosso açaí. Não é essa coisa aguada e azeda que vende aqui. O maniçoba é um pirão de açaí com farinha de mandioca e camarão seco. Açaí bom dá sono”, brinca a cantora.

Fafá de Belém aproveita a oportunidade para compartilhar os próximos eventos de sua agenda lotada. De Recife, a cantora segue para São Paulo, para ensaiar para o show Meu Rio de Muitos Janeiros, que acontece no dia 8 de setembro no Teatro NET, na Vila Olímpia. “Vai ter um repertório que nunca cantei”, adianta ela.

Já na próxima quarta-feira (10), a cantora grava o Globo de Ouro no Rio de Janeiro.