Prêmio Mulheres Positivas abre inscrições no Dia Internacional da Mulher

Toda mulher inspiradora pode ser indicada ou mesmo se inscrever; vencedora será escolhida por voto popular e receberá prêmio de R$ 10 mil

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2021 07h00 - Atualizado em 08/03/2021 12h44
Arte/Jovem PanInscrições para a primeira edição do prêmio Mulheres Positivas estão abertas a partir desta segunda-feira, 8, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Propor experiências enriquecedoras, debater o universo feminino e inspirar mulheres a lutarem pelos seus sonhos. Esse é o objetivo do Mulheres Positivas, projeto criado e desenvolvido há 5 anos pela empresária Fabi Saad, que apresenta o programa de mesmo nome na Jovem Pan desde novembro de 2020. Nesta segunda-feira, 8, estarão abertas as inscrições para a primeira edição do prêmio homônimo, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado na mesma data. “O prêmio é democrático, popular e acessível para conhecermos mulheres positivas de todo este país maravilhoso, no mês das mulheres. Lutaremos juntas por uma sociedade mais justa, igual, com diversidade, inspiração e colaboração”, comemora Fabi Saad.

Qualquer mulher pode participar e concorrer ao prêmio, basta ser indicada ou se inscrever. Para isso, deve acessar premio.mulherespositivas.com.br e preencher o cadastro da mulher inspiradora que deseja indicar ao prêmio, completando nome, e-mail, telefone e a justificativa do motivo da escolha. A personagem com maior número de votos ganhará um prêmio no valor de R$ 10 mil, oferecido pela patrocinadora do projeto, a Monange, empresa do Grupo Coty no Brasil. O resultado será divulgado na segunda-feira, 29 de março, durante o programa Pânico, da Jovem Pan. O lançamento será realizado em uma edição especial do programa Mulheres Positivas no dia 8 de março, patrocinado por Johnnie Walker, marca do grupo Diageo, e Monange. Neste episódio, participam Regiane Bueno, da Coty, Paula Costa, da Diageo, Bia Napolitano, influenciadora de humor, e Carol Paiffer, do SharkTank, contando suas experiências no mercado de trabalho e inspirações de vida.

Feito por mulheres e para mulheres, a ideia é fruto das lideranças femininas que atuam na Jovem Pan. Marcela Marchi, gerente de publicidade, Karina Kruger, head de marketing e projetos, Emanuellen Trizi, coordenadora de redes sociais, e Fernanda Cyon, diretora do programa, ao lado de Fabi Saad, são apenas alguns dos nomes que participaram da elaboração do projeto que visa homenagear uma mulher inspiradora e que transforma o mundo ao seu redor. Além disso, o Prêmio Mulheres Positivas conta com um time experiente de 11 embaixadores: a empreendedora de marketing e comunicação, fundadora da WePick e PopComm, Lelê Saddi, o presidente do G10 Favelas e empreendedor social, Gilson Rodrigues, a CEO e uma das fundadoras do Movimento Black Money, Nina Silva, a CEO do Plano Feminino e presidente do Instituto Plano de Menina, Vivi Duarte, a gerente de TI na Agrega Mobile, Lisiane Soares, a advogada criminalista e coidealizadora do projeto Sentinelas, Izabella Borges, a vice-presidente de marketing da Coty Brasil, Regiane Bueno, a vice-presidente do Instituto Claro e diretora de comunicação e responsabilidade social da Claro, Daniely Gomiero, a vice-presidente da Diageo – Paraguai, Uruguai e Brasil, Paula Costa, e finalmente Natalie Assad, especialista e empreendedora em economia colaborativa e podcaster do Mulheres Positivas. Inscreva-se ou indique uma Mulher Positiva!