Análise de vetos de Dilma é grande teste para a presidente

  • Por Jovem Pan
  • 18/03/2014 18h07

Está marcado para as 19h desta terça-feira a apreciação de 12 vetos presidenciais dados pela presidente Dilma em 2013. No ano passado, a presidente vetou parcialmente seis projetos e seis totalmente. Eles já tinham sido aprovados no Congresso. A lei mais polêmica diz respeito à  criação de mais de 400 municípios.

Os outros projetos cujos vetos serão analisados dizem respeito a: 2) Instituições Comunitárias de Ensino Superior; 3) implantação de faixas, passarelas ou passagens subterrâneas para a travessia de pedestres perto de escolas; 4) condução de veículos de emergência; 5) criação de Conselho Federal de Zootecnia; 6) em relação ao custo das campanhas eleitorais; 7) estações de apoio a motoristas em rodoviárias federais; 8) sobre uma possível Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural; 9) a execução da Lei Orçamentária de 2014; 10) inclusão da carne suína na Política de Garantia de Preços Mínimos; 11) benefício da meia-entrada; e, por fim, 12) transporte rodoviário interestadual.

Para derrubar um veto, é preciso ter pelo menos a metade de deputados e senadores. Em fevereiro, os vetos já tinham entrado em pauta, mas, com medo de perder, o Governo retirou todos seus congressistas da sessão e adiou a votação.

Dilma teve coragem de vetar o item da criação dos municípios, diz Fernando. Estes trariam uma despesa tremenda ao Governo, pelo número de cargos que criaria em cada nova cidade, assim como construção de prefeituras, entre tantas outras burocracias.

Este será, então um enorme teste. À noite, descobrir-se-á se Dilma já recompôs sua base de apoio no Congresso.