Artefato encontrado em centro comercial de Nairóbi não era explosivo

  • Por Agencia EFE
  • 08/09/2015 18h02

Nairóbi, 8 set (EFE).- O artefato encontrado nesta terça-feira no centro comercial Garden City de Nairóbi, que foi evacuado como medida de precaução, não era um explosivo, como tinham apontado várias fontes de segurança, garantiu a polícia do Quênia.

“O artefato do Garden City Mall não era um explosivo. Era um monte de cabos de telefone atados por um amador que parecia uma bomba”, explicou o inspetor geral da polícia, Joseph Boinnet, em sua conta oficial no Twitter, acrescentando que “não há motivo para alarme”.

Por volta de 16h (horário local, 10h de Brasília), um homem foi detido no controle de segurança do centro comercial porque levava uma “pequena bomba”, declarou o Garden City em comunicado.

“Especialistas em bombas a desmontaram utilizando uma pequena carga como medida de segurança. Foi uma resposta rápida que devolveu a normalidade ao centro comercial”, acrescentou o inspetor geral.

Em um primeiro momento, após a evacuação, fontes de segurança asseguraram à Agência Efe que se tratava de uma bomba, que foi detonada posteriormente de maneira controlada pelos serviços especiais da polícia.

Segundo apontaram fontes policiais a meios de comunicação quenianos, três homens já foram detidos para ser interrogados.

Nairóbi permanece sob a ameaça constante do grupo terrorista somali Al Shabab, que adquiriu notoriedade internacional com o ataque ao centro comercial Westgate de Nairóbi em setembro de 2013, quando morreram pelo menos 67 pessoas. EFE