Ataque da aviação no oeste do Iraque mata pelo menos 10 civis

  • Por Agencia EFE
  • 15/09/2015 20h00

Bagdá, 15 set (EFE).- Pelo menos dez civis morreram nesta terça-feira e 16 ficaram feridos em um bombardeio da aviação do Exército iraquiano na província ocidental de Al-Anbar, informaram à Agência Efe fontes médicas e de segurança.

O ataque aéreo teve como alvo um mercado e um posto de gasolina na zona de Al Rotba, situada no oeste de Al-Anbar, e destruiu quatro casas, explicou à Efe uma fonte médica.

Por outro lado, um oficial e um soldado da Guarda Fronteiriça perderam a vida e outros dois uniformizados ficaram feridos após a explosão de uma bomba na passagem do veículo no qual viajavam na área de Al Enaza, ao sudoeste de Ramadi, capital de Al-Anbar, na fronteira do Iraque com a Arábia Saudita.

Em outro fato, dois soldados morreram e quatro ficaram feridos em um enfrentamento com membros do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) na cidade de Al Carma, ao leste de Faluja, a segunda maior cidade de Al-Anbar.

Além disso, dois civis morreram e dois ficaram feridos em um ataque do EI com morteiros na zona de Al-Khalediya, ao leste de Ramadi.

Estes fatos ocorrem quatro dias depois que pelo menos dez soldados iraquianos e milicianos xiitas afins perderam a vida e nove ficaram feridos pela explosão de um carro-bomba ao norte de Ramadi.

As Forças Armadas iraquianas, apoiadas por milícias xiitas, livram desde junho de 2014 uma cruel guerra contra o EI, que conquistou amplas zonas de seu território e proclamou um califado neste país e na vizinha Síria. EFE