Ataque terrorista contra sede militar no Iêmen deixa nove mortos

  • Por Agencia EFE
  • 02/04/2014 13h06

Sana, 2 abr (EFE).- Pelo menos quatro soldados e cinco supostos membros da Al Qaeda morreram nesta quarta-feira em um ataque terrorista e vários enfrentamentos no quartel general do exército do Iémen no sul do país, situado na cidade portuária de Áden.

Uma fonte de segurança informou à Agência Efe que nos choques ocorridos após a explosão de um carro-bomba deixaram também cinco militares feridos.

Os guardas do complexo dispararam contra um primeiro atacante que dirigia um veículo e conseguiram impedir sua tentativa de invadir a sede. O suicida, então, explodiu o carro-bomba na porta do quartel do denominado Quarto Exército, a cargo das províncias meridionais de Áden, Abyan e Lahech. Supostos terroristas entraram na continuação na base, enquanto outros disparavam contra o quartel a partir de um monte próximo que dava guarda a seus companheiros.

Em outubro do ano passado, um ataque similar com carro-bomba aconteceu seguido do lançamento de foguetes RPG contra a sede militar de Al Mukalla, capital da província Hadramaut (sudeste).

Os agressores, membros da Al Qaeda, tomaram o controle da base durante quatro dias, em fatos que deixaram vários mortos tanto nas fileiras militares quanto extremistas.

Os efetivos da polícia e das Forças Armadas são o alvo principal da Al Qaeda na Península Arábica, que tem sua base no Iêmen e inclui combatentes sauditas e iemenitas. EFE