Boletim Focus eleva cálculo de inflação para 9,12% em 2015

  • Por Agencia EFE
  • 13/07/2015 10h30

Brasília, 13 jul (EFE).- Os analistas do mercado financeiro previram nesta segunda-feira que a inflação chegará neste ano a 9,12%, um pouco a mais do que o havia sido calculado há uma semana, e mantiveram uma projeção de contração do Produto Interno Bruto (PIB) de 1,5%, segundo informou o Banco Central.

As projeções constam no Boletim Focus, um relatório semanal que a autoridade monetária divulga a partir de uma pesquisa com cem analistas do setor privado.

As previsões divulgadas hoje sobre a inflação são um pouco mais pessimistas do que as publicadas há uma semana, quando os analistas calcularam uma elevação de 9,04%.

Em ambos os casos, os cálculos superam o teto máximo de 6,5% estipulado pelo governo.

Em matéria de crescimento econômico, o grupo de analistas manteve uma projeção de contração de 1,5%, a mesma de há uma semana.

As previsões de crescimento dos analistas superam as do governo, que aponta para uma contração de 1,2%, que seria igualmente o pior resultado desde 1990.

Para o final de 2015, os analistas mantêm um cálculo da taxa básica de juros de 14,5%, enquanto para o câmbio elevaram a cotação do dólar de R$ 3,22 reais para R$ 3,23 no referente à venda da moeda estrangeira.

Os cálculos para 2016 preveem um crescimento de 0,5%, o mesmo de oito dias atrás, e a projeção da inflação caiu em uma semana de 5,45% para 5,44%.

A taxa de juros para o próximo ano, no entanto, foi elevada a 12,25% e a referente ao câmbio para o final de 2016 permaneceu em R$ 3,4 por dólar. EFE