Carlos Andreazza: Escolha de Ricardo Salles para Meio Ambiente é difícil de defender

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2018 08h13
Nilton Fukuda/Estadão ConteúdoNão é técnico, é réu e é tucano. Vai ser ruim de defender essa escolha

O presidente eleito Jair Bolsonaro indicou Ricardo Salles para o Ministério do Meio Ambiente. É isso? Aquele que fi secretário da mesma pasta de Geraldo Alckmin e, segundo consta, não dos melhores? Ele é réu por improbidade administrativa por atuação como secretário estadual do Meio Ambiente. Esse nome é aquém do desenho projeto ou prometido por Bolsonaro. Não é técnico, é réu e é tucano. Vai ser ruim de defender essa escolha.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: