Não faz sentido que delação de Funaro permaneça em sigilo

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2017 10h23
Este País precisa ter aprendido algo como acordo da JBS

A delação de Lúcio Bolonha Funaro, o doleiro, corretor, operador. Vazada seletivamente como está, não faz sentido que permaneça em sigilo. Este País precisa ter aprendido algo como acordo da JBS. É um presidente da República que se quer derrubar, e com base na palavra de bandidos. Ou se coloca na transparência, ou vamos permitir que criminosos se deem bem.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: