Caso André Vargas pode ser mais uma dor de cabeça para Dilma

  • Por Jovem Pan - Brasília
  • 08/04/2014 16h47

André Vargas discursa no plenário da Câmara dos Deputados sobre o uso de avião emprestado no último dia 02

José Cruz/Agência Brasil André Vargas discursa na Câmara dos Deputados

Em “condições normais de temperatura e pressão”, um deputado envolvido em um escândalo nada teria a ver com a presidente da República. Mas, como já há muita pressão sobre Dilma e ela enfrenta dificuldades de conciliação no Congresso, o escândalo com André Vargas “é mais uma dor de cabeça para Dilma Rousseff administrar”, diz Fernando Rodrigues, comentarista político da Jovem Pan.

Vargas está sendo acusado de ter negócios ilegais com o doleiro Alberto Yousseff, envolvido pela Operação Lava Jato da Polícia Federal. Como Vargas é do PT, o caso acaba repercutindo sobre o Palácio do Planalto e Dilma.

Nesta segunda, o vice-presidente da Câmara pediu licença não remunerada de 60 dias para preparar a defesa. Nesse interím, pode ser enviado um pedido de cassação contra Vargas. Já nesta terça, está sendo analisado como será feita a CPI da Petrobras.

Enquanto esses assuntos não forem resolvidos, o “clima político ruim vai continuar ruim”, diz Fernando.