Edu Moreira: Ao mesmo tempo que consolida seu eleitor, Bolsonaro consolida sua rejeição

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2018 07h42 - Atualizado em 06/09/2018 07h42
Valter Campanato/Agência BrasilMesmo com liderança em pesquisa, Bolsonaro não seria eleito presidente, aponta Ibope.


Com 22% das intenções de voto, Jair Bolsonaro, do PSL, lidera pesquisa pela Presidência da República.



Segundo o Ibope, Marina Silva, da Rede, e Ciro Gomes, do PDT, têm 12%, Geraldo Alckmin, do PSDB, aparece com nove por cento, e Fernando Haddad, do PT, teria 6%.


Mesmo com liderança em pesquisa, Bolsonaro não seria eleito presidente, aponta Ibope.



Sondagem mostra que a rejeição ao candidato do PSL ainda é muito alta e que, no segundo turno, ele perderia para Marina, Ciro ou Alckmin, e praticamente empataria com Fernando Haddad.

A pesquisa foi muito importante. E uma eleição, que é uma guerra, é composta por diversas batalhas. Nesta última, o grande vencedor parece Ciro Gomes. Bolsonaro, ao mesmo tempo que consolida seu eleitor, consolida sua rejeição. Pode ocorrer ainda uma migração dos petistas para o candidato viável a superar Jair Bolsonaro, que é Ciro Gomes”, explica Eduardo Moreira.

Confira o comentário completo: