Estado Islâmico mata 12 soldados em emboscada no oeste do Iraque

  • Por Agencia EFE
  • 12/08/2015 17h58

Bagdá, 12 ago (EFE).- Pelo menos 12 soldados iraquianos morreram e oito ficaram feridos nesta quarta-feira em uma emboscada realizada por jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) na província de Al Anbar, no oeste do país, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

O ataque ocorreu quando tropas do Exército iraquiano entraram em uma área situada na base de Al Assad, ao oeste de Ramadi, capital de Al Anbar.

Durante a passagem dos soldados, mais de 10 minas instaladas pelos extremistas explodiram, o que provocou a morte dos militares e a destruição de todos os veículos utilizados por eles.

As forças de segurança iraquianas e as milícias xiitas aliadas do governo lutam contra o EI em Al Anbar. O principal objetivo é recuperar Ramadi, de onde os jihadistas expulsaram as tropas do governo no dia 17 de maio, em uma operação relâmpago.

O Iraque enfrenta desde junho de 2014 uma cruel guerra contra os jihadistas, que conquistaram amplas regiões do território do país e proclamou um califado junto com as zonas controladas na Síria. EFE