Estratégia de “desconstruir” Marina Silva tem dado certo

  • Por Jovem Pan
  • 10/09/2014 16h02

A campanha de Dilma Rousseff voltou a fazer duros ataques a Marina Silva. A estratégia tem dado resultado?

Ainda na semana passada, foi ao ar comercial muito duro em que comparava-se Marina a Jânio Quadros e Fernando Collor.

Já nesta terça, filme de 30 segundos (veja abaixo) veivulado na TV disse que Marina Silva, se eleita, vai entregar o Banco Central aos banqueiros e, assim, retirar algo que é entregue ao Presidente da República e ao Congresso a gente que não foi eleita. A propaganda termina perguntando se é isso o que os eleitores desejam para o País.

Fernando Rodrigues lembra que, durante o governo Lula, o presidente do Banco Central foi Henrique Meirelles, ex-presidente do Bank Boston, da iniciativa privada.

Do ponto de vista da eficácia, esses comerciais têm surtido resultados. Dilma Rousseff melhorou suas intenções tanto em São Paulo quanto no Rio de Janeiro, de acordo com pesquisas Ibope divulgadas nesta terça. Marina por outro lado, perdeu um pouco.

Isso significa que a estratégia de “desconstruir” Marina Silva por enquanto tem dado resultado para Dilma.

Vale ressaltar também a resposta relativamente tímida para rebater tudo isso.

Quando deve ser enviado ao Congresso o conteúdo dos documentos da fala de Paulo Roberto Costa ao Congresso?

É necessário primeiro chegar ao Supremo Tribunal Federal para análise do ministro Teori Zavascki, que acompanha a investigação da polícia Federal, Operação Lava-Jato, que já prendeu diversos membros da Petrobras, inclusive o próprio Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Refino da empresa de capital misto.

Costa tem contado muita coisa em delação premiada, o que reduziria sua pena, caso o que ele diz seja comprovado pela PF.

Informações ficarão sob análise da Procuradoria-Geral da República, com Rodrigo Janot.

Aí sim, Janot vai enviar os dados para o STF, talvez com um pedido de abertura de um processo-denúncia contrra os políticos envolvidos.

A CPI da Petrobras vai ter que esperar muito ainda para receber esse material por vias oficiais.

A expectativa é que, nesse meio tempo, haja vazamentos para a imprensa por meio de advogados envolvidos no caso.

Ouça o comentário completo no áudio acima.

 

Veja o vídeo de crítica do PT abaixo: